sábado, 15 de outubro de 2011

REPETECO - A leveza dos passos marcados





Aproveitando a era do PAN


Chegou o grande dia, tínhamos que estar na estação no horário do "Ouro Verde". Partiria pontualmente às 10h, e Presidente Prudente era o nosso destino.

A alegria era geral, e os JOGOS ABERTOS do interior o grande motivo.

O trem chegou, nossos pais com mil recomendações aos professores, nos deixaram partir.O pouco tempo que passamos nessa viagem foi suficiente para boas algazarras, uma inesquecivel curtição. A galera do ginásio, meu irmão Antonio Carlos e minha prima inseparável Regina Célia.

Chegamos. Um mar de estudantes tomou conta da estação, outras delegações de cidades vizinhas estavam também naquele trem.

Quase surtamos os donos de um bar, estavamos com fome e queríamos ser atendidos ao mesmo tempo. Com o lanche nas mãos sentamos todos enfileirados na sarjeta, ficou compriiiiiido...Seu Miltom e dona Hélia pouco podiam fazer, a não ser colaborar com a nossa alegria. Seguimos pela avenida principal até o Colégio São Paulo. O alojamento feminino era um imenso salão com colchões militares (hoje colchonetes) esparramados e o masculino ficava ao lado, em outro pavilhão.

A nossa apresentação com ginástica rítmica feminino e masculino seria logo na abertura dos jogos, mas estávamos tranquilos, bem preparados. Em anos anteriores já havíamos apresentado com bastão, arco ( bambolê) e fitas, eramos feras nessas modalidades.

Foi lindo, tudo bem compassado (quatro face, dezesseis tempos em cada face) e lá estávamos cumprindo nossa missão de atletas, depois os meninos dando um show (ginástica rítmica e ginática de solo) de pura beleza. Sinto a emoção até hoje quando fecho os olhos e me vejo naquela quadra.

Antonio Carlos e ...sabe AQUEEEELE das balas chita, jogavam vôlei e basquete muito bem, eram bons "por demais", eu não perdia um jogo sequer, o meu gato era o "must". Porém eu... até jogava, fazia parte do time, sempre reserva( cerquinha rsrsr) os meus um metro e poucos era um problema muito sério.

Durante o dia, almoço/banho/jantar, ficávamos na casa de alunas do colégio, e a noite no alojamento . Uma dessas noites teve um baile na cidade, orquestra de "Nelson de Tupã"
( se não me falha a memória) , mas D.Hélia foi irredutível, não e pronto, fomos dormir. Porém os meninos assim que o Seu Miltom pegou no sono..., pé ante pé, fizeram uma corda com lençois, desceram tres andares e não ficou um para contar a história, escaparam todos.

Ah!ah!...se pudéssemos pegar D.Hélia!!!!

Anos dourados!!!?? Quem disse... sabia das coisas.


Essa foto foi tirada por meu pai, em uma das apresentações em Venceslau.

14 comentários:

Lord Broken Pottery disse...

Maria Helena,
Leio sempre com prazer renovado essas suas reminiscências. Gosto das histórias que ficaram na memória, que emocionaram e voltam pra nos visitar, benvindas, queridas, como se fossem um sonho bom. Benditos anos dourados.
Beijão

Maria Helena disse...

Lord,
Obrigado, sinto honrada com sua visita.
Sou grata a Deus e aos meus pais, pelo privilégio de uma vida cheia
de emoções.
Bjs

Rosamaria disse...

Que legal, Maria Helena!


Na minha cidade não tinha essas coisas, o máximo era volei e eu, claro, não podia ficar de fora.
Mas não perdíamos os jogos de futebol do Grêmio Estudantil e até madrinha do time eu fui.

Que tempinho bom!!

Bjs.

Maria Helena disse...

Rosamaria,
É tão bom a gente lembrar, né???
Parece que foi ontem.
Bjs menina.

Adriana disse...

Maria Helena como sempre e uma delicia ler estes posts...cheio de carinho, sinceridade e otimas recordaçoes. Parabens o seu blog me faz fluir recordaçoes que pensava estar perdida nas minhas lembranças e qdo leio seus posts elas voltam e me trazem muita alegria.
beijinhos carinhosos cheios de energia positiva do outro lado do oceano

Maria Helena disse...

Adriana,
Obrigado pelo carinho.
São casos e mais casos...
bjs

Ale Quejinho disse...

Gostei muito! Acho que meu blog voltou ao normal, mas se ainda não consegue acessar, me mande um email me avisando, ok!
Alequejo@hotmail.com
Kisses

J.F. disse...

Oi, Maria Helena. Suas histórias são ótimas. É muito bom lermos essas coisas que aconteciam nos "antigamente". Eu nunca participei de jogos, mesmo porque, para o futebol, nasci com dois pés esquerdos, sem ser canhoto. Para o volei, eu também tinha apenas duas mãos esquerdas... Mas, participava dos desfiles. Sete de setembro! O Colégio Diocesano Santa Maria (ainda não havia sido promovido a Arquidiocesano), com banda e tudo o mais, desfilando por Campinas. Chegamos a participar de um desfile em Mogi Mirim, com o colégio inteiro viajando num trem da Mogiana... Que lindo! Você viaja ao passado e faz com que seus leitores também viajem. Muito obrigado!
Abração.

Maria Helena disse...

JF
Obrigado.
É sempre uma felicidade trazer o passado para o presente, reviver os momentos maravilhosos e agradáveis que estão ainda nítidos em nossa memória. Ahhh!!!! como era bom as tardes no clube de campo(Bambu Country Club) de Venceslau. A gente mergulhava de uma plataforma alta, nem lembro quantos metros tinha, era o máximo. Hoje se um filho meu pulasse daquela altura eu teria um treco.
Abração.

Glória Maria - Fadinha disse...

Que delícia de história! É muito bom ter coisas boas na lembrança. Bjs

Maria Helena disse...

Alê
Vou lá verificar. bjs

Maria Helena disse...

Fadinha
Adoro recordar essa fase linda da adolescência, da juventude, ainda mais tão expressiva e valiosa como foi a minha.
Bjs

Cleise disse...

Nossa menina, como você está profícua, colocou o blog a bombar hein? Estou com saudade e esperando a tua "descida de parq quedas por aqui", na passagem de uma dessas viagens maravilhosas!

Maria Helena disse...

Cleise
Estou devagar com o blog, pretendo postar mais vezes, vamos ver, se o face deixar, rsrsrsr.
Quem sabe logo...logo...a gente da uma paradinha por ai. Um beijão no povo.
Bjs