quinta-feira, 2 de junho de 2011

Da fantasia à realidade


































Já registrei aqui a minha viagem à Paris, mas quando relembro daqueles momentos mágicos preciso repassar para os meus amigos.


Um dia desses meu marido estava se deliciando com um musical orquestrado por André Rieu, a valsa do Imperador . Quando olhei de loslaio para o computador (youtube) gritei : Eu conheço esse salão maravilhoso, é o salão dos espelhos do Palácio de Versailles. Estava certa, era. Naquele momento me transportei, vaguei por todo o palácio, toda aquela emoção e encantamento se fez presente novamente, e eu me sentí privilegiada por ter visto in loco toda a beleza da arquitetura, sofisticação, glamour, elegancia e o requinte da história francesa.


Dias depois no canal AXN, assisti Maria Antonieta, com Kirsten Dunst. O filme deixa a desejar na construção dos personagens principais sem expressão e vazios. Faltou história, faltou liga da artista com o personagem, sei lá. O figurino e a trilha sonora bons, mas o que me deixou presa à telinha foi rever o palácio de Versailles, a sala dos espelhos, dos cristais, o quarto dela, a pintura no teto, os jardins deslumbrantes o luxo, a classe , o charme, a sofisticação dos ambientes, já contados e recontados.


Gosto também de assistir o telecine cult para rever as preciosidades do cinema que para mim nem tão antigo são, rsrsrsr. Como presente assisti o filme Cinderela em Paris, com Fred Astaire e Audrey Herpurn. É uma comédia romântica deliciosa e sofisticada, bem light, que já valeria pela dupla central. Fred Astaire simplesmente magnifico, brilhante! Essa cidade possue um encanto próprio, uma magia que envolve emoções, beleza, história, luz própria. Ricardo meu filho, e eu, conferimos toda esse brilho em abril de 2010.


Fiquei arrepiada e emocionada ao vê-los dançar, em lugares por onde passei, "merveilleux", lindos, que na ocasião da minha visita fotografei para eternizá-los na minha memória.

9 comentários:

Vivien Morgato : disse...

Vamos?também queeero!

Heloísa disse...

Maria Helena,
Também adoro assistir filmes rodados em Paris. Parece que se entra no clima de encantamento, vivido durante viagens.
É muito bom reviver os momentos felizes.
Beijo.

Maria Helena disse...

Vivinha
Vamos...na verdade precisamos.
Já pensou? Ricardo nosso melhor guia turístico, vc mandando ver com toda a empolgação da revolução francesa, Daniel sentindo a vibração do Louvre, e eu pisando novamente na terra dos meus sonhos.
É bom puuuurrrdemaaaisss!!!!!!
Bjs

Maria Helena disse...

Heloisa
Gosto muito da sua visita.
Pois é...eu me transporto, e revivo cada momento.
Bjs

Rosamaria disse...

Maria Helena, um dia ainda vou a Paris também, se Deus quiser. Aí vou me lembrar de ti.
Bjim.

Ando sumida por dimais, né? O que fazer?

Outro bjim.

Maria Helena disse...

Rosamaria
Anda sumida mesmo, sentimos falta, mas eu tb tenho parado pouco por aqui, por motivos pessoais.
Um grande beijo para vc e sua família.
bjs

Thaís Morgatto disse...

Tia;
também assisti "Maria Antonieta"; adoreeei todo o cenário e, principalmente o vestuário do filme, mas não relata muito lado histórico, sei lá, minha opinião! rs
Já que estou falando em filmes, eu e a Jú fomos ao cinema assistir "Meia noite em Paris", nós odiamos, mas até comentamos com o Ricardo que pode ser que você goste porque retrata muuuuito a cidade de Paris em si, a história é que é chata mesmo! rs
Quero muito conhecer o Louvre tb!

Beijos
Thaís

Maria Helena disse...

Thais
Literalmente passei mal ao chegar no Louvre foi uma emoção muito forte. Aquelas alas imensas de beleza ímpar, toda a história da arte desenrolando a minha frente, foi um momento mágico, encantador
Eu pretendo voltar, é um mistério esse grande amor que sinto pela frança e especialmente Paris.
Bjs

Maria Helena disse...

Thais
Corrigindo...frança não, FRANÇA. rsrrr
Bjs