quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Humor negro
















Quando a neve começa a cair nos cabelos, a reflexão sobre a vida se torna gradual, porém constante.

O balanço é feito, de forma a pesar, o que de verdadeiro ficou, o que de verdadeiro valeu a pena.

Há uma pessoa que não se dá conta disso, não enxerga que a vitória da vida, é a somatória dos bons resultados. Dos momentos de dedicação absoluta, da leveza dos sentimentos. Tudo seria muito mais fácil e perfeito, se pudesse entender, que o tempo é sábio, que oferece oportunidades de valorizar as ações do coração, com carinho e compreensão.

Essa pessoa, enfrenta uma situação que a coloca à prova, testada, chance para um crescimento espiritual, mas o coração continua endurecido e maledicente. Usa a prática do humor negro, faz ofensas gratuitas, sem direção.

Na esperança que um dia, desenvolva o exercício do bem, que se torne um diferencial nas futuras atitudes, e descubra a fonte do amor verdadeiro, desejo que cresça, amadureça, para não ferir gratuitamente pessoas, que não tem como princípio, ofender nem destratar ninguem.

Seja gente no verdadeiro sentido da palavra.

10 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Com gente que não afina com a minha sensibilidade eu simplesmente ignoro. Um desabafo é bom faz bem, mas no mais das vezes prefiro ignorar porque assim não permito nenhum tipo de manifestação que possa induzir a qualquer tipo de reação. Fora isso, com ou se desabafo, o que vale mesmo é o amor, porque o seu poder é infinitamente superior a qualquer outro sentimento.
Cadinho RoCo

Maria Helena disse...

Cadinho,
Foi mesmo um desabafo, mas eu tb procuro ignorar que é sem dúvida, a melhor opção.
Obrigado pela visita, volte sempre.
Abração

Carolina disse...

Como diz uma amiga minha, o tempo é mesmo o melhor dos professores.
Só com ele a gente aprende como o mundo e as pessoas funcionam.

Olha, recém cheguei no seu blog, e já fiz umas 3 ou 4 visitas atrás de novas postagens.
Eu não costumava sair do meu "circulo de amizades de blog", então lia sempre os mesmos. Agora que resolvi expandir achei pérolas, como o seu.
Esses dias recebi um presentinho: um selinho de um amigo blogueiro, que diz pra gente indicar os blogs preferidos.
Resolvi indicar os novos novos ótimos blogs que conheci nas últimas semanas.
Indiquei o seu. Passa lá no meu blog pra ver, tá?
Bjos!

Maria Helena disse...

Carolina,
Obrigado pelas gentilezas.Fico feliz que tenha gostado do meu Caminho Suave.
Passei pelo seu blog tb,e gostei bastante,vai se tornar um hábito, minhas visitas por lá.
É verdade, o tempo é sábio e esperamos que ele resolva as diferenças, nesta vida.
Bjão

Magui disse...

Tem razão.Qualquer balanço tem que trazer dividendos senão não valeu a pena.

Maria Helena disse...

Maqui,
Os dividendos tem que ser acumulados ao longo da vida com resultados positivos, porque as arestas serão aparadas.
Obrigado pela visita.
Bjs

Carolina disse...

Sabe, minha vó também se chamava Carolina. Aliás, minha Bisa, ela era avó do meu pai.
E por isso tenho esse nome.
Bjos!

Magui disse...

Xiii, eu não faço avaliação do que passou.Fi-lo porque quilo.

Maria Helena disse...

Carolina
Adoro o seu nome, não só porque é tb o nome da minha avó, mas porque é muito bonito mesmo.
Bjs

Maria Helena disse...

Magui.
Iguais a esta pessoa, infelizmente o mundo está cheio.
Contudo me sinto forte e blindada, e os projéteis não me atingem. Fico triste é verdade,mas... certa de que a dívida é da outra.
Bjs