sexta-feira, 20 de junho de 2008

Caminhos cruzados













Tudo começou assim...
Tririiimmmmm...Tririmmmm...
Abri a porta da sala, da casa da minha mãe. Olhei aquela menina que não tinha mais do que 15 anos, que ao me ver, meio envergonhada, falou:
_ A senhora é a mãe do João Luiz??????
_ Mãããe??????? ( ora...ora...bolas, quem é essa fulaninha afinal???? indignada, pensei cá com meus botões)
Engolí seco e falei:
_ Sou a irmã dele.
_Ah!!!!! irmã?????? Fala para ele que....
Não ouvi mais nada. Aquele protótipo de gente, apesar de seus um metro e tantos, outros tantos mais do que eu, que sempre fui um cisco de gente, sabe lá porque, veio aqui só para me irritar.
Arrumada para a festa de noivado do Paulo Roberto, meu vestido, um longuete moderno, com alças trançadas nas costas ( costas de fora) nada parecia com roupas de senhora idosa. Ela só podia estar de sacanagem comigo.
Falei com o João Luiz:
_ Hoje, veio uma engraçadinha aqui, sei lá quem, e perguntou se eu era a sua mãe.
_Ahahahahah....heheheheh....Vestida desse jeito voce está parecendo a vovó.
_Pronto...agora mais um ,não basta a talzinha, zoando com a minha cara.??? Vá te catar???????
Foi um início de uma longa jornada.
O tempo correu....correu.... e hoje, aquela menina, não existe mais, deu lugar a uma mulher maravilhosa, que nesses anos todos, fortaleceu nossos laços de parentesco como cunhadas e comadres, e resultou em uma imensa e especial amizade.
Nossa história se cruza, cheia de muitas alegrias, satisfações familiares, com filhos, agora com netos.
Sandra... ironicamente como tudo começou... falo com orgulho e com muito carinho:

_Mãe?????? Eu poderia ser... de voce.

5 comentários:

Vivien Morgato : disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk....esse começo foi mesmo absurdo....rs
Bacana ver como vcs ficaram super amigas.
Mas mãe vc é minha, nem vem.
ORA, BOLAS...RS

Maria Helena disse...

Vivinha,
hahahah....heheheh...
Claro que eu sou sua,e vc é minha, o post logo abaixo fala bem sobre isso.
Bjs mamãe

Sandra disse...

Obrigado pelo carinho e pela amizade. Sei q um amigo é um irmão espiritual q Deus nos permite ter para nos lembrarmos de sua presença e a nossa se enquadra perfeitamente neste sentido. Só tenho agora q me desculpar pelo começo desastroso, porém ficou gravado em nossa memória. Um grande beijo.

Maria Helena disse...

Sandra,
É isso aí,uma amizade sincera, profunda.
Não há necessidade de se desculpar.
Esse início,eu lembro como uma feliz brincadeira,apenas isso.Nada foi desastroso, foi para marcar com alegria e boas risadas, a trajetória das nossas vidas.E dessa forma, tenho que agradecer a Deus, por ter uma cunhada tão querida.
Bjs

Sandra disse...

Estou orgulhosa, e com o ego nas alturas,espalhando para todo mundo que eu ganhei um post no blog da minha amiga e cunhada. Muitos não sabem nem o que é isto, mas vou explicando,e tenho certeza q algumas pessoas ficam com ciúmes. Até nossos filhos,ha, ha, ha, ha.Bjs.